China investe em energia solar para se tornar referência em energias renováveis


As energias renováveis responderam por cerca de 61% da capacidade de geração de energia líquida adicionada em todo o mundo em 2017. A China investiu US$ 127 bilhões em energias renováveis no ano passado. Mais de dois terços do total foram destinados a 53 gigawatts de energia solar, capacidade suficiente para abastecer mais de 38 milhões de residências.

De acordo com informações da Agência Internacional de Energia – AIE, de 2012 até 2020, a instalação de painéis fotovoltaicos cresceu 225% na China, sendo que no ano de 2020, o país investiu mais nessa área do que a Europa, os EUA e o Japão juntos. Segundo o diretor da BNEF na Ásia-Pacífico, Justin Wu, a China aumentou sua capacidade instalada em cerca de 20GW além do previsto, alcançando um aumento na geração de energia fotovoltaica de 53GW em 2017.

A China pretende gerar 1000 gigawatts de energia solar nos próximos dois anos, quantidade suficiente para iluminar mais de 30 milhões de residências. O objetivo principal dos chineses é continuar crescendo e ao mesmo tempo diminuir as emissões de gases poluentes. Atualmente existe 13% de energias renováveis no país, até 2030, a energia produzida por essas fontes deve atingir 20% do total!

O país é o maior investidor mundial de energia renovável, a expectativa é se tornar a próxima superpotência de energia limpa. Em comparação com os demais países, a China dominou a expansão global da capacidade de geração renovável durante o ano passado, somando 157 gigawatts em novas usinas ao redor do mundo, mais que o dobro do crescimento dos combustíveis fósseis, segundo um relatório feito com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU).

O desenvolvimento de tecnologias para a obtenção de energia renovável, com destaque para a energia solar e eólica é altamente avançado no país. A China já é o líder mundial na fabricação de células fotovoltaicas, que são utilizadas para a obtenção de energia solar. O ritmo do crescimento de energia solar fotovoltaica na China é grande por conta das usinas de energia solar que são instaladas no seu território, formando uma grande área de instalação de painéis fotovoltaicos para a geração de energia.

Outro fator que influencia o crescimento da energia solar fotovoltaica no país é os subsídios governamentais e a queda da energia fotovoltaica, que atualmente começa a ser uma opção mais barata que outras fontes de energia, tanto a preços varejistas como comerciais. Fontes do governo chinês têm afirmado que a fotovoltaica apresentará preços mais competitivos que o carvão e o gás. Recentemente a China lançou uma nova ação para os projetos de energia solar


No Blog Solar você encontra todas as informações, novidades e curiosidades sobre energia solar fotovoltaica, placa solar e baterias de lítio. Para os interessados em usufruir desta fonte de energia renovável, entre em contato conosco para encontrar o fornecedor de energia solar fotovoltaica mais próximo de você!

2 visualizações0 comentário
Design sem nome (1)_edited.png
Nos acompanhe

institucional@solartoken.com.br

Whats App (22)98819-7401

Av. Nilo Peçanha , 178

Rio de Janeiro - RJ 20020-900

CNPJ: 26.859.580/0001-60

  • Whatsapp
  • YouTube ícone social
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • TikTok
Design sem nome (1)_edited.png